SINTEC-MA PROMOVE PALESTRA AOS CONCLUINTES DE EDIFICAÇÕES DO SENAI

Mercado de trabalho para o técnico industrial, orientações sobre ART, acervo técnico, responsabilidade e ética profissional foram alguns temas abordados na Palestra “O TÉCNICO INDUSTRIAL NO CONTEXTO DO SISTEMA CONFEA/CREA”, promovido pelo SINTEC-MA em parceria com o SENAI (BR) no dia 04 de Fevereiro, no auditório do SENAI, em São Luís/Ma. A palestra teve como objetivo de esclarecer dúvidas sobre a inserção do profissional no mercado de trabalho, por exemplo, para recém formados na área de edificações.

O diretor do SINTEC-MA, José Alvaro Costa, realizou a palestra. A apresentação contou com a presença de professores e alunos, que tiveram a oportunidade de ficar conhecendo o trabalho realizado pelo SINTEC-MA e o que o técnico pode esperar do mercado de trabalho. Os alunos mostraram-se receptivos à oportunidade de conhecerem aspectos relacionados ao ensino técnico e aos profissionais na relação com o mercado de trabalho.

O tema “mercado de trabalho” foi o que mais chamou a atenção dos alunos. O palestrante usou sua experiência profissional na área técnica e gerencial para falar do assunto, dando sugestões e dicas para que todos possam se preparar melhor para ingressar no mercado de trabalho. O enfoque principal da palestra diz respeito à necessidade de o SINTEC-MA ser o principal aliado na defesa do profissional técnico maranhense. “Foi muito gratificando ter passado um pouco da experiência e conhecimento, obtida ao longo da minha carreira profissional”, declarou o Profº. e Téc. Ind. Alvaro Costa.

O Presidente do SINTEC-MA, João Batista, fez a abertura da palestra agradecendo aos alunos presentes, por estarem valorizando aquele evento e propôs colocar-se a disposição dos novos profissionais Técnicos Industriais, para ajudá-los nesse novo estágio de suas vidas.

Devido ao grande interesse dos participantes, o palestrante permaneceu no local e respondeu as perguntas daqueles que queriam mais informações.

Ao encerrar sua participação no evento, Alvaro Costa, ex-aluno da antiga escola técnica, hoje como IFMA, agradeceu a direção e aos presentes pelas oportunidades e receptividade.